Ministério da Geologia e Minas
Governo

Ministro quer sector de recursos minerais e petróleos mais eficiente

O ministro dos Recursos Minerais e Petróleos, Diamantino Azevedo, anunciou nesta terça-feira, 3, em Luanda, que será criado, nos próximos dias, um novo estatuto orgânico para fusão dos ministérios da Geologia e Minas e o dos Petróleos, para torná-lo mais eficiente.

Os dois ministérios foram fundidos à luz do novo Executivo, liderado pelo Presidente da República, João Lourenço, que foi investido no cargo no dia 26 de Setembro último, resultante das eleições de 23 de Agosto último.

Ao falar à imprensa, na cerimónia de passagem de pastas, feita com o ministro cessante, Francisco Queiroz, Diamantino Azevedo afirmou que o novo desafio constitui uma tarefa exigente, porque irá aglutinar gabinetes e reduzir direcções, assim como gabinetes, para tornar o ministério mais produtivo.

Justificou que a fusão não significa que muitos terão de deixar as funções que ocupam, por serem preponderantes para o alavancar deste ministério e deseja a estes que continuem a desempenhar o papel que sempre prestaram.

Angop